Brainstorm 2014

From USPGameDev Wiki
Jump to: navigation, search

Sobre

No início de abril de 2014, os membros do USPGameDev se sentiram motivados a começar uma nova jornada épica e iniciaram o levantamento de ideias para um (não necessariamente um. Podem ser dois, três, ou mais...) novo grande projeto. Com isso, as propostas fruto do processo de brainstorm estão listadas nessa página. Porém mais do que ser apenas uma simples listagem, o objetivo desse artigo é possibilitar a expansão de cada conceito.

Por essa razão, é desejável a colaboração na tarefa de adicionar conteúdo em cada tópico, apontar referências, elaborar melhor as possibilidades, etc. A única restrição é: essa é uma página de brainstorm, portanto esse princípio precisa ser preservado. Isto é, nenhuma sugestão deve ser apagada. Apenas expandida e, no máximo, sofrer leves correções (gramaticais, por exemplo).

GDDs criados

  • The Hacker's West : link
  • Religion Tycoon : link

Propostas que terão GDDs

  • Almae Matres: Yan Couto, Luccas
  • The Hacker's West: Schumann, Adamastor
  • Dragon Tycoon: Rafael Freitas
  • Weak Soul: Vinícius, Schumann
  • Spy x Spy: ChicO
  • Minimons S.A.: Vinícius
  • Pimp me up: Renato Geh, Adamastor
  • Magia programável: Wil, Omar, Renan
  • Religion Tycoon: ChicO, Yan Couto, Luccas (Dobby), Rica, Adamastor, Heitor Paoli


Magia programável

  • Átomos/runas de efeitos básicos
  • Alta combinatória
  • Byte code?
  • ReactVision (mesa dahora)

-(Batalha de Programadores)

  • Batalha com periféricos
  • Jogo para ensinar a programar
  • Rumble-like (nomic)
  • Naves da google
  • Outra possibilidade: hacking


Spy x Spy

  • Baseado nos quadrinhos da MAD com a ideia da contra-armadilha e da contra-contra-armadilha.


Pimp me up

Um simulador de ah... (bem isso aqui é aberto ao público...) casa de madames. O jogador deve passar de um estabelimento de beco para o para a ilha paraisídiaca e falir a concorrência, para isso ele deve começar começar com o micro gerenciamento de suas "queridas", com preços da noite, salário por hora de trabalho, idade e envelhecimento, treinamento etc..., até manutenção do lugar, eventos, publicidade e de uma rede de estabelecimentos(?).

Possível plot: O jogador é um forever alone viciado que abandou a vida de gancho-esquerdo e virou cliente-viciado do Lugar-X, criando uma enorme dívida. O dono resolve cobrar as dívidas fazendo ele limpar o "rodo" para pagar os serviços. O processo leva ao jogador a ter problemas na voz, sendo só capaz de falar com um amplificador/modulador de voz Easy-Tunes (Auto-Tunes), e a uma humilhação tanta que só pode andar de óculos escuros/disfarçdo para não ser reconhecido. Como vingança (e satisfazer suas vontades) o jogador resolve começar seu próprio negócio no ramo começando com a própria casa.

Ramos de negócio possíveis:

-"Moças" de todos os tipos (Bãããã)

--Baranga

--Velha

--MILF

--Travestis

--Masoquistas

--De luxo

--Exóticas

-Sex toxs

-Filmes

-Revistas

-Motéis

-Aluguel de carro (com cocote!)


Almae Matres (Plot)

Num futuro próximo, a falta de recursos para uma população crescente deixa o mundo num estado de tensão e paz armada, apenas aparente. Alianças se formam e todos esperam algo que seja o estopim de uma grande guerra. Existem pequenas áreas de conflito mas nada grande o suficiente para que estourasse uma guerra. Ainda. Nesse contexto, surgem um grupo pequeno de mulheres (chamadas de Almae Matres ou "Mães que nutrem") capazes de curar e conceder habilidades sobre-humanas a outras pessoas. Governos capturam e estocam mais e mais dessas pessoas afim de aumentar o poder de fogo dos seus exércitos.

As duas principais facções que se formaram tem ideologias muito diferentes quanto ao surgimento dessas mulheres. De um lado, uma das facções, comandada por um líder totalitário, acredita que a vinda dessas pessoas é um presente de Deus para que um pequeno grupo de pessoas se eleve e comande um novo mundo, sem rivalização alguma, a partir de seus próprios valores. A faccção que se opõe a essa ideia acredita que a existência das Almae Matres é uma maldição, algo que só trará mais e mais guerras a um ponto que o mundo nunca mais veria paz, enquanto houvesse mais poder e mais pessoas querendo esse poder. O objetivo dessa facção seria a total eliminação do que eles chamam de abominações. Por sua filosofia, essa facção teria uma desvantagem, mas ainda apresenta um grande poderio bélico.

Nesse contexto, o jogo contaria a história de um garoto que vive em uma das zonas de conflito entre países e perdeu seus pais repentinamente num ataque. Depois disso, passou a sobreviver nas ruas, onde encontrou uma amiga, a única pessoa que o ajudou e passava por uma situação semelhante. Eles rapidamente se afeiçoam e se tornam muito próximos, quase como irmãos. Porém, um dia a menina descobre ser uma Alma Mater e passa a tentar ajudar as pessoas da região em que vive, que mal conseguem sobreviver sozinhas, quanto mais com os ataques frequentes que ali sofre. Isso acaba chamando a atenção e a menina é localizada pelas facções da guerra, que organizam um grande ataque afim de destruir os super-humanos que foram ali criados e capturar a menina, que se mostraria uma aquisição muito valiosa pra qualquer um dos lados. Tal ataque toma proporções não imaginadas anteriormente porém, e ali enfim começa a guerra. E é naquele momento que a menina, com todas as suas forças, dá ao seu amigo habilidades extraordinárias, mesmo para os padrões do que as Almae Matres são capazes. Com esses novos poderes, o objetivo da vida do menino se torna resgatar a sua amiga, não importando-se por quem terá de passar ou enfrentar.

A ideia de enredo veio para um jogo run-and-gun, MetalSlug-like, com poderes, onde o protagonista enfrentaria tanto exércitos quanto outros super-humanos e monstros criados da mesma fonte que lhe deu os poderes. Ao decorrer do jogo, mais informações sobre a guerra e os primeiros caso de Almae Matres seriam revelados, enquanto tanto a trama pessoal quanto a trama do mundo seriam desenvolvidas na jornada do menino, que viaja para várias localidades descobrindo mais e mais onde se encontram as principais bases da facção que capturou sua amiga. Poderia-se desenvolver também algo RPG-like, no sentido da evolução dos poderes do personagem, ou decisões através das fases pelas quais ele passa, destruindo tudo que há pela frente, apenas se importando com seu objetivo, ou demorando mais para ajudar civis dos locais por onde passa, ignorando mais a disputa de facções ou agindo diretamente em cima disso.


Minimons S.A.

"Todos os vilões precisam de ajuda uma hora, mas nem todos conseguem ter um time de minions próprios à disposição. É para atender a esse público alvo que nasceu a Minimons S.A.! Uma empresa de terceirização de minions."

Com essa temática, o Minimons S.A. seria um jogo no estilo tycoon no qual o jogador entra no papel de Little Evil, uma criança gênio do mal que descobriu que empreender é mais lucrativo do que combater o bem. Para ter sucesso, Little E. precisará desenvolver sua empresa, contratar funcionários (minimons), pesquisar novas tecnologias e, claro, atender seus clientes (os vilões).

Os pedidos dos vilões vão aparecendo e o jogador pode aceitar ou recusar. Recusar muitos trabalhos ou não conseguir cumpri-los farão o interesse dos clientes (número de pedidos) diminuir. Porém tarefas bem executadas geram aumento da reputação e também receita.

O cenário é uma "cidade sim city" já pronta. Quanto maior a dificuldade, maior a cidade (indo de vilarejo a megalópole).

Alguns elementos que o jogo terá:

  • Alocação de minimons em diferentes setores da empresa:
    • Trabalhos de campo;
    • Pesquisa e desenvolvimento (para destravar tecnologias);
    • Disfarces;
  • Heróis atrapalhando
    • Prendem minimons em trabalho de campo;
    • Prendem vilões (diminuindo o número de clientes);
  • Vilões fazendo pedidos
    • Roubo de itens (dinheiro, mísseis, etc.)
    • Executar missões (bloquear uma rua, explodir um lugar, etc.)
    • Construir dispositivos e veículos (arma encolhedora, balão, etc.)
    • Sabotagens (Derrubar energia da cidade, desligar semáforos, etc.)


Religion Tycoon

O jogador controla uma organização-religiosa + deus respectivo ou os Iluminati com o objetivo de espalhar sua fé por todo o globo. Para isso ele deve criar templos e ações de caridade, determinar cerimônias e conteúdo, recrutar padres e missionários, pedir pela vinda de milagres e messias, e fazer jogadas políticas e "reinterpretar" suas sagradas escrituras.

O jogo passaria em múltiplas eras com efeitos efeitos característicos e com uma visualização macro em regiões (Você vai poder ver seus prédios para efeitos visuais bonitinhos :P), o game ficaria num nível intermediário entre Civilization e War(?).

Os deuses podem ser tanto paródias de religôes reais (altas polêmicas!) ou de jogos/livros/quadrinhos ou criações próprias com um editor de religiões. Eles podem tanto serem mais distântes (leia-se: real) ou podem conceder poderes (em forma de benções milagrosas) aos seus fiéis (Padre usa Heal e Meteor).

Eras: (com progressão de dificuldade)

- Idade da pedra e antiguidade - Ações bárbaras e milagres estão liberados, e um bocado de inféis neutros facilmente convertíveis

- Idade Média - Altas intervenções diretas e consolidação da religião das regiões.

- Renascimento - Fiéis são menos passivos às suas ações, governos passam a ser mais interessados em suas capacidades.

- Contenporâneo - Faça um escorregão e você já era, ações locais tem efeitos globais. Altas tecnologias permitem muitas mudanças, se você tiver condição para.


Recursos:

- Dinheiro - do que toda Igreja vive

- Fiéis - Quantas pessoas seguem seus preceitos - Sua medida de "conquista" global.

- Fervor - O quão seus seguidores estão dispostos a tomar ação por sua Igreja - Leia-se vontade de fazer uma cruzada!

- Puridade - O quanto sua igreja segue seus preceitos, ou é corrupta - Mas nada que não possa ser corrigido sacrificando animais e virgens! YEAAAHH

- Integridade - Mostra o quão unidade sua instituição é em termos administrativos e de fé, e o risco de sua instituição sofrer um cisma - quanto leva até que hipsters façam versões com mustache de sua entidade?

- Atualidade - O quanto suas idéias fazem sentido no mundo moderno - Pô, dizer que a terra é plana quando já pousaram na Lua é tenso manolo!

Outros pontos:

  • Agregar seguidores
  • Lidar com dissidentes, hereges, e ateus.
  • Rivalidades com outras religiões.
  • Combate entre deuses.
  • Oferendas, cultos, milagres, profetas.
  • Reputação na sociedade.
  • Grandes personalidades.


The Wild Glitch

Adventure, pode virar RPG ou FPS ou qualquer outra coisa. Um grupo de quatro "cowboys", um engenheiro, um patrulheiro , um indígena e um atirador, querem conseguir um monte de ouro. O indígena propõe um ritual proibído, o qual "buga" o universo e gera o dinheiro que queriam. Porém isso chama à atenção dos "developers", que os começam à caçar na marra pois perderam acesso seus privilégios de moderador/desenvolvedor/god-mode.

  • O Patrulheiro consegue ver e perceber além da capacidade dos outros.
  • O Engenheiro sabe como utilizar os gliches e mecânicas de desing à seu favor
  • O Indígena sabe como fazer os gliches e conhece o mundo.
  • O atirador atira, pô!

TL, DR: Um jogo que vc buga o universo e deus(es) vem acertar às contas.

PlayStation: Esse jogo foi baseado num sonho.


Weak Soul

Em vez das ações do jogador mudarem o ambiente, elas modelam o personagem e a história (gerada procedimentalmente).

Contexto:

O personagem é um camponês comum e tem que cumprir as obrigações da fazenda (dar comida aos animais, arar a terra, etc). O jogador não consegue fazer o personagem pegar armas, atacar (ou qualquer outra coisa divertida), é possível apenas fazer as tarefas "chatas" da fazenda.

Ao fim do primeiro dia, há uma cutscene: vento apagando uma vela no quarto do personagem, câmera indo em direção à cama, personagem acorda gritando de dor e com os olhos brilhando.

No dia seguinte, tudo está igual, exceto que o jogador consegue fazer o que quiser com o personagem (atacar os animais, pular para cima das construções, etc). Os NPCs dão dicas do tipo: "Você está diferente. Deveria conversar com a Madame Blá (a bruxa, maga, curandeira, mãe de santo... da aldeia).

Jogador pode continuar fazendo as coisas da fazenda. Mas, se ele for até a Madame Blá, recebe a seguinte explicação:

"Rapaz, tenho uma notícia grave para lhe dar. Aparentemente, sua alma e força de vontade são muito fracas... E um espírito errante se aproveitou disso para tentar dominar seu corpo. Esse processo de possessão já começou e infelizmente não há nada que pode ser feito para impedi-lo. Você vai perceber que, aos poucos, você vai mudar. Quanto mais forte o espírito se tornar, mais e mais a vontade dele será imposta sobre a sua. Até finalmente você se tornar o ser que o espírito uma vez foi."

"Que espírito é esse? O que ele quer? Essas respostas eu não tenho. Se esse espírito conseguir resolver a questão que o prendeu a este mundo, talvez ele liberte seu corpo. O único conselho que tenho para lhe dar é: tente manter-se vivo e siga seus instintos."

Game play:

Depois de receber as informações de Madame Blá, o jogador se vê controlando em terceira pessoa um action/adventure "normal". Alguns NPCs vão dar opções de quests. O jogador poderá rejeitar as ofertas ou escolher apenas uma. Por exemplo, o taberneiro poderia dar as seguintes opções de quests:

  • "O ferreiro está precisando de uma pedra especial da Montanha M. Se você quiser receber

uma bela arma como pagamento, vá falar com ele";

  • "Além disso, o chefe da guarda está procurando um assassino. Não acho que há uma recompensa

boa, mas uma ajuda certamente será bem vista pelo chefe. Pergunte a ele sobre mais detalhes";

  • "Também ouvi dizer que a dona da loja de tecidos anda incomodado com um certo concorrente.

Há boatos que ela pagaria bem por um certo serviço, desde que fosse discreto".

A escolha da quest e a forma como o jogador a realiza moldará a "personalidade" do jogador e isso refletirá como é o tal espírito controlando o personagem. Quanto mais definida estiver essa personalidade, mais o personagem começará a agir por conta própria. Isto é, começará a mudar sua aparência, impedirá o que jogador faça certas escolhas e realizará algumas ações contrárias ao comando do jogador (Exemplo: um personagem "maligno" atacaria alguns NPCs quando o jogador tentasse apenas conversar com eles).

Quando a personalidade do espírito estiver 100% definida, a quest principal será revelada (talvez pela Madame Blá) e quando o jogador vencê-la, o espírito deixa o corpo do aldeão. O jogador poderá então continuar a jogar como aldeão. Se o fizer, o personagem será "possuído" novamente...


Propostas de jogo restantes

Abaixo estão as propostas já citadas em alguma sessão de brainstorm. Nem todas as ideias que surgiram geraram conceitos formais de um jogo, por esse motivo os conceitos soltos foram deixados na próxima sessão.


Artístico

O visual do jogo seria baseado em imagens tratadas com uma série de filtros de modo. O objetivo é que o jogador tenha a sensação de estar jogando com uma pintura interativa.

O processo para a criação das imagens poderia ser filmar algumas pessoas fazendo as ações necessárias dentro do jogo e usar esses vídeos como matéria prima para a geração das imagens. Esse estilo encaixa bem com mundos 2D e talvez o tipo de mecânica mais cômodo para isso seja platformer. Porém, também é bem fácil imaginar esse estilo sendo usando em um point and click adventure.

Inspiração: http://youtu.be/baskY3mieBw


Personalidade do jogador definindo o ambiente

Suponha que seja dada uma mecânica simples e flexível, como por exemplo platformer. O personagem do jogador será colocado em cenários onde não há objetivo explícito, dicas do que pode ser feito ou como conseguir fazer o que se deseja. Ou seja, o jogador será obrigado tentar e descobrir por conta própria.

No cenário, devem existir elementos interativos, como objetos, casas, arvores, NPCs, bichos, itens coletáveis, entre outros. À medida que o jogador interage com esses elementos, o ambiente como um todo passa a ser gradualmente moldado pela forma como as interações estão sendo feitas. Exemplo:

  • O jogador fica apenas coletando itens, tentando chegar em locais inicialmente inacessíveis e evitando confrontos na medida do possível. Então o avanço no cenário apresenta um ambiente de exploração, cheio de caminhos possíveis, itens a coletar, ferramentas para ajudar na movimentação (corda, botas para pular alto, etc) e tesouros. É possível que também haja elementos hostís, porém eles estarão presentes como obstáculos (como espinhos no chão, ou morcegos voando) e podem ser vencidos sem necessariamente entrar em combate.
  • O jogador tenta usar tudo o que encontra como arma, entra frequentemente em combates e causa destruições. Nesse caso, o clima do jogo se tornaria mais tenso, com visual tendendo ao preto e vermelho, a maioria dos elementos do cenário estariam em modo hostil por padrão e os itens encontrados seriam especialmente úteis para combates. Além disso, todos os bichos iriam atacar o personagem quando ele se aproximasse (em vez de simplesmente ficarem andando de um lado para o outro).

Além disso alguns NPCs podem sugerir tarefas (quests) de acordo com o clima do jogo. Por exemplo "Recupere o anel dourado (aquele mesmo) que foi jogado na montanha de fogo" para o jogador explorador e "Destrua o necromante e seus zumbis" para o jogador brigão.


Fartsaurus

Puzzle onde o personagem principal é um mini-tiranossauro e a sua principal ação é soltar puns. O jogo se enquadraria nas categorias "fofinho" e "infantil".

Inspiração para o personagem: Gon do jogo Tekken

Referências:


RTS do Creeper World

Creeper World é um jogo onde o jogador possui uma nave mãe (nó principal do grafo) pousada em um cenário com variações no relevo. É possível criar novos nós conectando-os com a nave mãe ou outros nós já existentes. Para isso é preciso de energia, recurso que sai da nave mãe e "caminha" pelas arestas do grafo até chegar no nó em construção. Quanto maior for a área coberta pelo grafo, mais energia é liberada por segundo. Além de nós normais, também é possível criar nós que soltam tiros.

O inimigo é uma geleca que se comporta como água: é despejada na área em volta das "torneiras", se concentra nas partes de baixo relevo e se espalha à medida que alaga as regiões. Se algum nó encostar na geleca, ele é destruído.

É um jogo de domínio territorial e essa mecânica de ligar estações formando um grafo poderia ser usada em um RTS

Referências:


Jetpack Dragon

Existe um jogo chamado "Dinity: Dragon Commander" que mistura jogo de tabuleiro com RTS e TPS. Porém a parte mais legal do jogo é controlar o comandante dragão, como mostra o vídeo http://youtu.be/xEq-QlPLNLU?t=1m11s à partir do minuto 1:11.

O jogo Jetpack Dragon seria então um multiplayer apenas com a parte de fun factor mais alto do "Dragon Commander". Ou seja, cada jogador controlaria um dragão com jetpack e que solta magias em uma arena de combate.


Dragon Simulator

Inspirado na ideia Jetpack Dragon de controlar um dragão, no Dragon Simulator o jogador faz exatamente isso, porém nos cenários mais "tradicionais". Ou seja, o dragão pode voar pelo cenário, cuspir fogo, alçar um aldeão até as alturas soltando-o de lá, e - obviamente - destruir vilarejos.

Seria interessante ter um mundo aberto com várias vilas, cidades e castelos. A existência de cavernas para o dragão descansar e bichos soltos pelo campo (como "alvos para praticar") também seria bacana.

Os humanos poderiam ter um comportamentos engraçados ao ser atacados. Além fugirem caoticamente, eles podem começar a deixar oferendas em algum canto aleatoriamente ou de acordo com o que o jogador mais ataca. Por exemplo, se o dragão sempre leva algo valioso depois do ataque, a oferenda deixada são tesouros. Se o dragão mata todos os bichos, os aldeões deixam ovelhas. Se o jogador mata muitas pessoas, a oferenda é as (famosas) donzelas.

Outro elemento que pode ser adicionado é resistência por parte dos humanos. Eventualmente o jogador precisará enfrentar balistas que protegem as cidades ou até mesmo caçadores de dragão.

Esse esquema de jogo sugere que o modo seja single player.


The Imigrant Lhama

Um RPG ou poker-face game no qual temos uma lhama no Canada, entretanto ele é um imigrante ilegal e deve fazer de tudo para ser confundido com os nativos (leia-se: alce), poderia ter como plot-twist ou possibilidades bizarras eles ser/tentar se transformar em um animal transgênico, implantar chifres ou ser recrutadfo como atirador (de cuspe) de elite do exército.


Couch multiplayer

  • Jogar com a galera todo mundo juntinho
  • Uma tela, um aparelho


Pizza Maker

  • Cultivo desde materiais básicos, enriquecendo eles.
  • A pizza resultante é oferica a uma pessoa. A reação dela é o score.


Tequila Maker com cactos

  • Barman é um cactus
  • Chutar cactus faz tequilas
  • Entregadores atrapalhados, discriminados, abusados (e eles não podem abraçar pessoas)


Ambientação na USP

  • DOOM WAD


Magias usando círculoas mágicos/selos/runas

  • referência: Lost Magic
  • referência: Ni no kuni


WarioWare de Lhamas

  • Mini-games mostram dificuldades da lhama
  • Crítica social


Squadrão Furão

  • Sete furões com habilidades diferentes
  • Cumprem missões
  • Tanuki com máscara traidor que se arrepende (Sr. Sbrubles)


Fobias

  • Tudo que já foi falado no universo sobre esse tema


USPGameDev Tycoon

  • Fazer brainstorm
  • Corujões
  • Apresentações semanais
  • Partidas de MTG
  • Problemas com infraestrutura
  • Omar e bugs místicos do Haruki
  • Ex-membros


SimCity Medieval/Antiguidade

  • Possibilidade: um jogador representa encarna uma catástrofe.


Império

  • Jogo focado em expansão territorial.


Spore

  • Evolução
  • Civilação -> conquista
  • Versatibilidade, customização


Fagocitose

  • Mecânica de combate
  • Tela touchscreen


Castor e represas

  • Dwarf Fortress-like
  • Torre de Cartas: quanto mais coisas, mais frágil
  • Jogador controla castor-alpha-mor
  • Multiplayer co-op


TTD

  • Meios de transporte inusitados (botes, rodas de ratos, teleféricos, cadeira de rodas, etc)


Asteroids 3D

  • Em um cubo com wrap-around
  • Sandbox para experimentos em 3D
  • Civilization em asteroids, com colisões e fusões
  • Asteroids procedurais (bump mapping)


Pac-man reverso

  • Multiplayer: #todosfantasma


Jogo de ritmo

  • Dungeon-crawler com ritmo para combater
  • Patapon
  • Ritmo para fazer ações básicas
  • Danganronpa's Machine Gun Talk
  • Batalha de rapper/insultos


2048

  • Jogos de puzzle simples e viciantes


Ideias livres de contexto

Temas

  • Zoação de clichês
  • Improvização do jogador


Mecânicas

  • Disputa de Informações
  • RTS
  • MetroidVania
  • História aleatória
  • Katamari
  • Changeling
  • Poker face game
  • Sistemas/magias MTG-like


Tech

  • Usar HaxeFlixel
  • Vírus-Game
  • Hijack game ("hackear" o site/jogo)
  • Fazer algo com o jogo ("Destrua este Diário")
  • Fazer algo fora do jogo ("Take Something Literally")


Idéias já debatidas

  • Melancia(s) rolando por um barranco;
  • Pixels;
  • Android;
  • Apocalipse;
  • Tetris like
  • Brainstorm: the game
  • The game
  • Comédia
  • Point and click
  • Enredos elaborados
  • Alien
  • TCG
  • Conemar 3D
  • Flamecrest
  • FPS apenas com armas de explosão
  • Doom
  • Speed(y) Racer com personalização de carros
  • Domínio de território com tinta
  • Mesmo universo


Temas

  • Trilha sonora

-Banda tenta compor

-Suas armas são instrumentos

-Música se adpta ao clima do jogo

  • NOT Suicide simulator

-Impedir que o personagem consiga se matar

-CVV simulator

-Jogo de luta Multiplayer (Smash reverso)

  • Horus reverso

-RTS contra uma unidade só

-Jogador é o faraó e controla as múmias para atacar o único npc (Kha)

  • UGD Smash

-Smash Bros com personagens dos jogos do UGD

-Smash Bros com devs do UGD -> miojo com guarda-chuva

  • Armas brancas

-Pontos críticos realistas

-1 hit: KO

-Combos

-Craft de armas

  • Plot twist

-Jogo de story telling no qual o número de plot twist é o número de pontos

  • Internet acabando em um dia

-O que aconteceria se a net acabasse

-Como resolver

  • Rick Roll

- Você tem que fazer os passos

- Tem que fazer clipes

- Tem que tentar viralizar o vídeo

- Tem que trollar o maior número de pessoas

  • Pizza Maker

- Cultivo desde os materiais mais básicos, enriquecendo eles.

- Minerar pepperoni e queijo

- A pizza resultante é oferecida a pessoa. A reação delas é o "score".

  • Tequila maker com cactos

- Barman é um cactus.

- Chutar cactus faz tequilas.

- Entregador atrapalhado, discriminado, e abusado (pelos outros). (e eles não podem abraçar pessoas)

  • Ambientação na USP

- DOOM WAD

-Clock Tower área na torre do relógio

  • Magias usando círculos mágicos/selos/runas (Fullmetal Alchemist)

- Lost Magic

- Ni no kuni

  • WarioWare de Lhamas (Lhama Simulator)

- Mini-games mostram dificuldades da lhama

- Crítica social

  • Squadrão Furão

- Sete furões com habilidades diferentes

- Cumprem missões

- Tanuki com máscara traidor que se arrepende (Sr. Sbrubles)

  • Fobias

- Tudo que já foi falado no universo sobre esse tema

  • Religion Tycoon

- Agregar seguidores

- Lidar com dissidentes, hereges, e ateus.

- Rivalidades com outras religiões.

- Combate entre deuses.

- Oferendas, cultos, milagres, profetas.

- Reputação na sociedade.

- Grandes personalidades.

  • USPGameDev Tycoon

- Fazer brainstorm

- Corujões

- Apresentações semanais

- Partidas de MTG

- Problemas com infraestrutura

- Omar e bugs místicos do Haruki

- Ex-membros

  • Simcity medieval

- Possibilidade: um jogador representa encarna uma catástrofe.

  • Spy x Spy

- Baseado nos quadrinhos da MAD com a ideia da contra-armadilha e da contra-contra-armadilha.

  • Império

- Jogo focado em expansão territorial.

  • Spore

- Evolução

- Civilação -> conquista

- Versatibilidade, customização

  • Fagocitose

- Mecânica de combate

- Tela touchscreen

  • Castor e represas

- Dwarf Fortress-like

- Torre de Cartas: quanto mais coisas, mais frágil

- Jogador controla castor-alpha-mor

- Multiplayer co-op

  • TTD

- Meios de transporte inusitados (botes, rodas de ratos, teleféricos, cadeira de rodas, etc)

  • Asteroids 3D

- Em um cubo com wrap-around

- Sandbox para experimentos em 3D

- Civilization em asteroids, com colisões e fusões

- Asteroids procedurais (bump mapping)


Mecânicas

  • Macumba

-Vários lugares para colocar ingredientes

-Ingredientes geram um efeito

-Regras básicas para cada item (galinha mata gente) e a combinação disso gera efeitos complexos

  • Trial and error

-Jogo difícil

-Aprender errando

-Check point recente

  • Truques de narrativa

-Intruções enganosas

-Mecânicas que contam algo, evidenciam alguma coisa

-Viagem no tempo

-Efeito borboleta

  • Jogo de defeitos

-Jogador precisa quebrar alguma mecânica para prosseguir

  • Jogo de ritmo

-Som indica o que está por vir

-Reflexo sonoro

-Frases musicais geram objetos no jogo

-Multiplayer:m vários jogadores, vários instrumentos

-Multiplayer assimétrico:m um jogador define um ritmo/música que muda o mundo e outro precisa vencer esse mundo

  • RPG

-Open world

-Turn based combat

-Decisões dão consequências interessantes no contexto da história

-Implementação de sistema de regras reais

  • FPS da gravidade

-Atirar pontos de atraçção

-Atirar pontos de repulsão

-Aumentar a massa do alvo

  • Couch multiplayer

-Jogar com a galera todo mundo juntinho

-Uma tela, um aparelho

  • Horus reverso

-Vide "Like a boss" e games do tipo

  • Pacman reverso

- Multiplayer: todosfantasma

  • Batalha de programadores

- Batalha física com periféricos

- Jogo para ensinar a programar

- Rumble-like (nomic)

- Naves da google

- Outra possibilidade: hacking

  • Jogo de ritmo (Osu!)

- Dungeon-crawler com ritmo para combater

- Patapon

- Ritmo para fazer ações básicas

- Danganronpa's Machine Gun Talk

- Batalha de rapper/insultos

  • 2048

- Jogos de puzzle simples e viciantes

- Vertrix

  • Magia programável

- Átomos/runas de efeitos básicos


Tech

  • Game engine

-Ampliar UGDK

-Horus Eye pode ser uma engine isométrica

-Flame Crest pode ser uma engine de Fire Emblem

-Fazer wrapper do Haxe flixel

-Engine em cima da Love focando iniciantes


Combos

  • História procedimental criada por aprendizagem de máquina
  • Beat'em up do Karl Marx
  • FTL Pirata
  • Pokemon MMO
  • Mafia platformer real time
  • Adaptação das classes do D&D para o mundo moderno
  • Metal Slug + RPG

-Adicionar progresso

-Compra de itens

-Multiplayer


Other

  • Moderação de debates

-Várias pessoas falando e é preciso organizar a reunião

-Volume da conversa aumentando

-Conversas paralelas

-Pessoas dormindo/usando o celular

  • Google ship like
  • Microtransactions
  • Monetização
  • Partículas com campo magnético
  • Tibia
  • Runescape